Mês: março 2020

Eleições 2020: Levy Fidelix defende prorrogação das eleições para 5 de dezembro

O presidente nacional do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB), Levy Fidelix, pede bom senso e defende que as eleições municipais marcada para 4 de outubro, sejam prorrogada para 5 de dezembro deste ano. Por causa da crise provocada pelo coronavírus, Levy Fidelix também faz campanha para que os recursos do Fundo Eleitoral de R$ 2 bilhões sejam transferidos para o combate ao vírus. Segundo Fidelix, as análises mostram que a curva de crescimento da covid-19 atingirá seu pico nos meses de junho e julho, período próximo às eleições. “Eu acho que chegou o momento de união, de pensar no povo e no Brasil”, finalizou Fidelix.

 

Oposição precisa se unir ao povo para defender a troca do prefeito de Jaboatão

Diante de tantos problemas, idas e vindas, falta de competência e habilidade política, na realidade o prefeito de Jaboatão precisa ser trocado, não está a altura do cago que ocupa. É triste, o prefeito desconhece o valor do povo, ignora a ordem administrativa e se agarra em discursos velhos e carrancudos, perde credibilidade fazendo com que sua rejeição perante a opinião pública chegue a patamar altíssimos acima dos 60%. O povo está desorientado e entregue a própria sorte, o prefeito age como se não tivesse nada acontecendo. Recentemente o prefeito que andava sumido da cidade deu uma entrevista e foi muito infeliz ao mostrar total desconhecimento dos problemas do município. A oposição precisa se unir a população e pedir que o prefeito seja trocado antes que Jaboatão se afunde mais em problemas.

Brasil possui R$ 2 trilhões de reservas: Levy Fidelix lança campanha “cadê o nosso dinheiro”?

Presidente nacional do PRTB, Levy Fidelix, visionista e bem informado grava vídeo e lança campanha nas redes sociais “cadê o nosso dinheiro“?. Levy tem cobrado do ministro da economia Paulo Guedes e do presidente Bolsonaro (sem partido), que tragam os recursos que o Brasil possui de reservas que se encontram no exterior, são mais de US$ 380 bilhões de dólares sem render juros, parados. “Esse dinheiro é do povo Brasileiro, fruto de exportações, tem que trazer de volta para ser usado no combate ao coronavírus e ajudar  nosso irmãos que estão passando por dificuldades“, diz Levy Fidelix.

Hamilton Mourão “bombeiro”: Vice-presidente da República tem apoio de militares

pandemia do coronavírus levou o vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB), de volta ao posto de “bombeiro” de crises do Planalto. Mourão foi o único dos generais quatro estrelas que despacham no palácio a se dissociar, em público, do discurso do presidente Jair Bolsonaro pelo fim da quarentena. Desta vez, porém, a saída do vice do banco de reserva teve o aval dos representantes mais influentes das Forças Armadas, que condenaram o ataque a governadores e demonstraram preocupação com os panelaços e com o impacto da ofensiva de romper com a estratégia mundial de combate à doença. Mourão se apresentou como bombeiro, em contraposição a um Bolsonaro incendiário, após repercussões negativas ao pronunciamento do presidente, na terça-feira (24/3), contra o isolamento da população.

 

Nem com a tragédia senadores abrem da prerrogativa nem da regalia dos R$ 210 mil/mês

Os senadores não abrem mão de prerrogativas nem muito menos dos R$ 210 mil reais que custam por mês, em média, mas, na hora de mostrar serviço, a porca torce o rabo. Optaram por não trabalhar, deixando de votar o auxílio de R$ 600 para os brasileiros, em dramática situação de risco, na informalidade. Poderiam fingir interesse fazendo votação virtual, no sábado ou no domingo, mas nada. Se fosse para garantir mais regalias para suas excelências, teriam votado até de madrugada, como ocorreu. A votação, que poderia ter sido na sexta, remetida ao Planalto, e publicada em edição extra do Diário Oficial, ficou para esta segunda-feira (30), à tarde.

Coronavírus: O Brasil possui reservas lá fora de mais de 2 R$ trilhões de reais, diz Levy Fidelix

O presidente nacional do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB), Levy Fidelix, vem se posicionando contra o Fundo Eleitoral desde sua aprovação pelo Congresso Nacional. Com a pandemia do coronavírus no Brasil,  Fidelix defende que os recursos do Fundão sejam transferidos para o combate ao vírus que se alastra pelo país. Recentemente Levy Fidelix surpreendeu num pronunciamento através vídeo gravado pedindo para que o governo traga os US$ 380 bilhões de dólares, R$ 2 trilhões de reais  da reserva que o Brasil possui lá fora. “Cadê o nosso dinheiro, de todos os Brasileiros” campanha lançada por Levy Fidelix.

Vulnerabilidade: Nas favelas e periferias, a pobreza extrema vigia a chegada do coronavírus

Nas favelas e periferias, a pobreza extrema vigia a chegada do coronavírus sem direito a isolamento social. É urgente o dinheiro do governo federal chegar ao bolso de quem precisa matar a fome, e é para hoje. Sem poder esperar a periferia precisa se organizar por conta própria para reduzir o impacto do vírus em suas comunidades. A Câmara Federal aprovou uma ajuda de R$ 600 reais para os trabalhadores informais, mas isso não é tudo, programas sociais precisam ser elaborados por municípios para amenizar os efeitos casados pelo coronavírus. O país sempre foi desigual, nesse momento uma parte está de quarentena, enquanto os menos favorecidos continuam se autocontaminando, porque precisam sobreviver. Infelizmente a classe empresarial só se manifesta quando acontece um caso desse. 

Depois de dizer ser a favor de isolamento, Paulo Guedes é visto caminhando na orla do Rio

Paulo Guedes, Ministro da Economia, de 70 anos, foi filmado caminhando pela orla de Ipanema, zona sul do Rio de Janeiro, a caminho do Arpoador. A assessoria do ministro confirmou a autenticidade ao UOL. O ministro disse, na Globonews, que resolveu trabalhar remotamente, já que acha importante respeitar o isolamento como medida para evitar a disseminação vírus. O vídeo do ministro passeando foi feito na quinta-feira (26) pelo economista Paulo Passarinho, apresentador do programa “Faixa Livre”, na rádio Band AM.

Fã de Pinóquio: Prefeito de Jaboatão “ludibriou” sindicatos dos servidores municipais

Mais uma vez, o prefeito fã de Pinóquio clã Ferreira de Jaboatão ludibria os servidores e não cumpre com a palavra, ignora as negociações com os sindicatos SINPROJA E SINSMUJG. Não cumpre com o que foi acertado em mesa de negociações, acerca da retirada de pauta de votação dos Projetos de Leis referentes ao reajuste de salários dos servidores, apesar insistentes cobranças dos respectivos sindicatos. Assim, os sindicatos decidiram que, segunda-feira (30), estarão presentes no Complexo Administrativo da prefeitura para exigir o posicionamento oficial sobre o fato de interesse de toda a categoria.

 

Coronavírus Jaboatão: Sem planejamento e medidas para combater o vírus

A quarentena em Jaboatão está sendo aplicada sem o mínimo planejamento, nem estudo do alcance negativo por falta de implementação de medidas pela prefeitura. É só andar pela cidade, feiras livres e mercados públicos que se ver o aglomerado de pessoas circulando como se nada estivesse acontecendo. Isso é mais um demonstração de incompetência do prefeito e seus secretários. O bate cabeça é claro e evidente na gestão, graças a Deus o coronavírus não se proliferou no município, mas não é bom brincar com a sorte. O vírus vem se alastrando e fazendo vítimas no estado de São Paulo a cada dia, o que deixa o resto do país em alerta.