A turbulência já começou lá pelas hostes do governo clã Ferreira de Jaboatão

A turbulência começou lá pelas bandas do superfaturado Centro Administrativo da Prefeitura de Jaboatão, onde o prefeito pouco comparece. Nas coxias dos Ferreira, o clima é tenso com a movimentação da oposição, que pode se fortalecer com o surgimento de outras pré candidatura até o prazo final de filiações, 5 de abril. A ordem é botar à máquina da prefeitura para moer sem em benefício para reeleição do clã Ferreira. Há quem considere que o povo estar só aguardando o dia da eleição para o troco e derrotar o prefeito, que prometeu muito e pouco cumpriu. Nos distritos de Cavaleiro e Jaboatão Centro, a situação do prefeito é mais complicada, ele vai ter que gastar muita saliva para tentar convencer o povo e se redimir por ter abandonado aquele povo nesses mais de três anos de mandato. É como dizia Dom Hélder: “Não pense que o povo não pensa, o povo pensa”.

Compartilhe em suas redes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *