Bolsonaro diz que o ministro Moro sem a “caneta” de juiz não tem poder

O presidente Jair Bolsonaro defendeu na quinta-feira, (8), que o governo não dê prioridade à principal proposta do ministro da Justiça, Sérgio Moro, o pacote anticrime, para não atrapalhar medidas econômicas em discussão no Congresso. Em um recado ao auxiliar, que já foi tratado como “superministro“, o presidente afirmou que Moro precisa ter “paciência“, pois não tem mais a “caneta na mão” como na época em que era magistrado. A declaração surpreendeu até mesmo aliados e acentuou o desgaste do ex-juiz da Lava Jato, que tem sofrido derrotas sucessivas na Câmara. A declaração surpreendeu o ministro, que passa por um momento de fragilidade após ter supostas mensagens trocadas com integrantes da Lava Jato divulgadas pelo site The Intercept Brasil. De acordo com a publicação, as conversas sugerem conluio do então juiz do caso com procuradores. Moro nega irregularidades e tem afirmado não ser possível atestar a autenticidade do que foi divulgado.

Compartilhe em suas redes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *