CHAPINHA ASSUSTA E DEPUTADOS PODEM DESISTIR

Um dia depois de homologada as candidaturas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a formatação das chapas proporcionais trouxe preocupações a alguns deputados com mandatos, que passaram a refazer cálculos e até a cogitar não disputar a reeleição neste pleito. Nos bastidores, os nomes do deputado federal Tadeu Alencar (PSB) e dos deputados estaduais Marcantônio Dourado (PSB) e Júlio Cavalcanti (PTB) foram aventados como possíveis desistentes. Além dos chapões da Frente Popular e da Pernambuco Vai Mudar, oito chapinhas disputam mandatos na Câmara dos Deputados e 11 na Assembleia Legislativa de Pernambuco. Algumas destas chapas são vistas como suicidas para quem as integram por causa dos concorrentes. É o “globo” da morte,  o preço que se paga pelo péssimo serviço prestado ao povo. É de fundamental importância, que o eleitor procure se informar o que os deputados Pernambucanos fizeram pelo Estado nesses quase quatro anos de mandato. Alguns, só dão as caras próximo das eleições, e agora, é o momento de tirar esses aproveitadores do poder.

 

Compartilhe em suas redes!
  • 5
    Shares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *