Contrato da prefeitura de Jaboatão com Instituto Humanize foi alvo de denúncia do MPCO em junho

O Ministério Público de Contas de Pernambuco (MPCO), já tinha denunciado supostas irregularidades na contratação da organização social Instituto Humanize pela Prefeitura de Jaboatão em representação protocolada perante o Tribunal de Contas do Estado (TCE) em 8 de junho de 2020. A denúncia partiu do MPCO,  em julho. Na época, a conselheira Teresa Duere, do TCE, expediu um alerta, com base na representação do MPCO e em achados dos auditores do TCE. Teresa Duere determinou o encerramento do contrato da Prefeitura de Jaboatão com o Instituto Humanize, por supostas irregularidades e suspeita de sobrepreço. N época a prefeitura de Jaboatão disse que estava acatando o alerta do TCE e MPCO, para encerrar o contrato do CTTC.

Compartilhe em suas redes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *