Covid-19: Morra quem morrer, o prefeito de Jaboatão não está nem aí, só pensa no poder

O prefeito de Jaboatão mostra a cara, sem proteção alguma, ao inimigo que matou quase 600 pessoas no município. Muitas dessas vidas perdidas para o novo coronavírus poderiam ter sido salvas se o prefeito tivesse tido responsabilidade e competência nas ações de enfrentamento a pandemia. Instalou um Centro de Triagem para Tratamento ao Coronavírus que funciona em estado precário, não tem um só hospital de campanha no município. Jaboatão tem um sistema de saúde municipal falido, precário e deficitário. Mantém uma média de oito  a dez mortes por dia, em alguns supera o Recife. Morra quem morrer, o prefeito não está nem aí, pouco importa, ele quer mesmo é o poder.

Compartilhe em suas redes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *