Decisão do TSE cassa coligação inteira em casos de uso de candidatas laranjas

A decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de que o uso de candidaturas laranjas deve levar à cassação de toda a chapa, e não apenas dos que se beneficiaram diretamente com a manobra, foi saudada por especialistas como uma forma de coibir a irregularidade. Em julgamento na terça-feira (17/9) à noite, o tribunal deliberou, por quatro votos a três, por manter a cassação de seis vereadores eleitos em 2016 na cidade de Valença do Piauí (PI). Os parlamentares recorriam contra a condenação sofrida no Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) pelo registro de candidaturas fictícias com o objetivo de cumprir a cota obrigatória de 30% de mulheres na coligação.

Compartilhe em suas redes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *