Eleições 2020: Prefeito de Jaboatão pode “tirar o cavalo da chuva”, mandatos não serão prorrogados

As eleições municipais não devem acontecer em 4 de outubro, como está previsto no calendário eleitoral oficial do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A ideia de que é preciso adiar o pleito já é quase consenso entre parlamentares no Congresso. Falta decidir a nova data, mas uma comissão para discutir e decidir já está sendo criada a pedido do presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM). Também é consenso: mandatos não serão prorrogados. Não se quer nem ouvir falar na possibilidade de esticar mandatos dos atuais gestores para 2021, sem eleições. O pleito deve ser remarcado para novembro ou dezembro. Se, o prefeito de Jaboatão sonhava ficar no poder até 2022 sem disputar a reeleição pode “tirar o cavalo da chuva“, vai ter eleição esse ano”!

Compartilhe em suas redes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *