Em Jaboatão, o prefeito segura o tabuleiro enquanto a oposição mexe com as pedras

O xadrez, tal como a política, é um jogo que exige muita habilidade, capacidade para pensar estrategicamente e destreza para realizar ações táticas. A sorte conta pouco, mais precisamente no sorteio de quem começará a partida, algo que segundo os especialistas confere uma vantagem importante ao primeiro jogador. O prefeito de Jaboatão tem o tabuleiro, à máquina a seu favor, mas não sabe mexer com as pedras deixando brechas para a oposição pensar. Também do xadrez se sabe que os primeiros lances, em média, servem apenas para abrir o jogo e posicionar as peças em função da estratégia maior de cada jogador. A oposição vem se movimentando desde o primeiro ano de mandato do prefeito. Cada pré candidato a prefeito deu largada na montagem do seu grupo, enquanto o prefeito ignora pensando que o jogo está ganho. É bom o prefeito saber que no jogo de xadrez até o peão pode surpreender e derrotar o rei. “Enquanto o prefeito segura o tabuleiro, a oposição vai mexendo com as pedras”.

Compartilhe em suas redes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *