Fogo cruzado: Novos diálogos revelam que Dallagnol incentivou investigações contra Toffoli

Novos diálogos da “Vaza-Jato” revelam que o procurador Deltan Dallagnol teria incentivado investigações contra Dias Toffoli, após o atual  presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), tomar decisões que incomodaram a força-tarefa da Lava-Jato. As mensagens datam de 2016 e foram analisadas e publicadas pelo jornal Folha de S. Paulo nesta quinta-feira (1º/8). Segundo a reportagem, Deltan buscou informações sobre finanças pessoas de Tofolli e sua esposa, Roberta Rangel, além de evidências que o aproximasse de empreiteiras envolvidas em corrupções na Petrobras. O procurador foi ao banco de dados da Receita Federal buscar informações sobre o escritório de advocacia da esposa de Toffoli e procurou informes sobre a reforma de uma casa do ministro, em Brasília, que foi reformada pela OAS

 

Compartilhe em suas redes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *