Gilmar Mendes acusa Deltan Dallagnol de corrupção: “Esse crime tem nome”

O ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes disparou contra a Lava Jato em entrevista ao portal UOL e à Folha de São Paulo. Para ele, o que a Força Tarefa fazia “nada tem a ver com o Estado de Direito”. Mendes focou a maior parte das críticas em Deltan Dallagnol, chefe da Força Tarefa e acusou o procurador de atos ilegais. “Não se pode monetizar a Lava Jato. Ganhar dinheiro com a Lava Jato. Esse crime tem nome. Se chama corrupção. Quer dizer, o Lula está sendo apontado como tendo cometido ilícito por palestras. E o sujeito (Deltan) monetizava palestra? E dizia: ‘tenho uma viagem funcional para Salvador. Vocês não querem me contratar?’. E isso tá normalizado”, criticou. “O Ministério Público sabia, a corregedoria sabia e não autuou”, completou o ministro do STF.

 

Compartilhe em suas redes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *