Jaboatão 2020: A tese de múltiplas candidaturas se dá pela falta de unidade na oposição

A tese de múltiplas candidaturas a prefeito em Jaboatão se dá pela falta de unidade, mas também é vista como uma estratégia para levar a eleição para um segundo turno. Defender a união é perca de tempo, o melhor mesmo é deixar cada pré candidato seguir sua carreira solo, e se juntar lá frente. Certo mesmo é que dificilmente o prefeito terá o apoio de algum dos prováveis candidatos da oposição. Como tudo na política é possível, caso o prefeito não dispute o segundo turno, Jaboatão pode voltar a ser comandado por uma liderança com raízes política no município, quebrando uma sequência de “forasteiros” no poder. O cenário que se apresenta hoje ainda é indefinido, vários nomes já colocaram o bloco na rua, mas as definições só ocorrerão próximo das convenções partidárias a partir de julho.

Compartilhe em suas redes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *