Jaboatão 2020: Amontoado de partidos numa coligação soma, mas não garante vitória

Ter a maior coligação não é garantia de vitória, isso já ocorreu em várias eleições municipais em Jaboatão. O último caso aconteceu em 2008, quando o petista André Campos, somava 16 partidos em sua coligação na disputa pela prefeitura de Jaboatão. André ainda contou com o apoio do ex governador Eduardo Campos (PSB), e do ex presidente Lula no exercício do mandato na presidência da República. André foi derrotado ainda no primeiro turno pelo tucano e ex prefeito da cidade do Cabo de Santo Agostinho Elias Gomes recém chegado no município, e com apenas três partidos lhe dando apoio. Elias começou a campanha com menos de 3% nas pesquisas, surpreendeu e venceu a eleição. O atual prefeito clã Ferreira, desgastado e com uma elevada rejeição, tenta a todo custo atrair legendas para tentar a reeleição, negocia tudo que pode as custas do cargo que ocupa. “Amontoado de partidos soma, mas não garante eleição de ninguém”.

Compartilhe em suas redes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *