Juíza dá prazo a Bolsonaro e Congresso para deliberarem sobre fundão eleitoral para Covid-19

A juíza Frana Mendes, da 26ª Vara Federal do Rio de Janeiro, deu prazo até 31 de março para que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), e o Congresso Nacional deliberem de forma definitiva sobre a destinação do Fundo Eleitoral de R$ 2 bilhões para investimentos no combate ao coronavírus. A magistrada afirma que, se não houver decisão, vai determinar diretamente. A verba é reservada para partidos políticos investirem em campanhas eleitorais nas eleição municipal de outubro. Diante da crise políticos passaram a defender o adiamento do pleito, sob o argumento de que não é possível ter aglomerações. O presidente nacional do PRTB Levy Fidelix foi convidado para integrar um grupo para trabalhar na articulação para liberar o fundo eleitoral no combate ao vírus e adiamento da eleição deste ano.

Compartilhe em suas redes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *