Magno não conhece estatístico baiano da Potencial, diz Antonio Campos, e pesquisas por telefone não tem segurança, diz Lavareda

O presidente da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), Antonio Campos (PRTB), que disputou a prefeitura de Olinda em 2016, perdendo no segundo turno para Lupércio (Solidariedade), contesta pesquisa realizada esta semana e publicada no blog de Magno Martins. A pesquisa foi feita pelo Instituto Potencial da Bahia por telefone, Campos pontuou 2%. “Magno me disse por telefone que não conhece o estatístico baiano José Carlos Martins“. O cientista político Antônio Lavareda, diz que as pesquisas telefônicas têm 10 vezes mais percentual de erro do que as presenciais, face a face. As entrevistas telefônicas certamente feitas por telefone fixos ou celulares, especialmente quanto a esses últimos, dão pouca segurança para a margem amostral e sua confiabilidade.

Compartilhe em suas redes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *