Nova CPMF: Governo quer cobrar 0,4% em saques, depósitos e pagamentos com cartão

A nova versão da CPMF que pretende criar, o governo de Jair Bolsonaro avalia cobrar imposto de 0,4% sobre saques e depósitos em dinheiro. No caso de pagamentos com cartão de crédito e débito, a alíquota será de 0,2% em cada lado da operação (pagador e recebedor), de forma a também totalizar 0,4%. As alíquotas constam de uma apresentação feita pelo secretário especial adjunto da Receita Federal, Marcelo de Sousa Silva, no Fórum Nacional Tributário, em Brasília. Ele ocupa o segundo posto mais alto da Receita, abaixo apenas do secretário especial, Marcos Cintra, que é entusiasta da CPMF. Em entrevista publicada na segunda-feira (9), o ministro da Economia, Paulo Guedes, também defendeu a recriação da CPMF, que ele chamou de Imposto sobre Transações Financeiras (ITF). Na conversa, Guedes afirmou que o tributo é “feio” e “chato“, mas tem alto potencial de arrecadação.”

Compartilhe em suas redes!

2 comentários em “Nova CPMF: Governo quer cobrar 0,4% em saques, depósitos e pagamentos com cartão”

  1. “A proposta é criar um novo imposto para retirar o IOF e desonar a tributação em folha. Eles seriam extintos gradualmente. Vejo que você realmente não se aprofunda no assunto das notícias. Ja foi discutido no pacote da reforma tributária um imposto único para substituir os atualmente vigentes.” (By Nick)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *