Operação Outline: Secretários de Geraldo Júlio saem do Cotel e vão para domiciliar

Os secretários de Geraldo Júlio (PSB), prefeito do Recife Schebna Machado de Albuquerque (Trabalho e Qualificação) e Silvano José Queiroga de Carvalho Filho (Empreendedorismo), ligados ao deputado federal Sebastião Oliveira (Pl), presos pela Polícia Federal (PF) na última sexta-feira (8), tiveram suas prisões temporárias revertidas em domiciliares naquele mesmo dia, pelo prazo de cinco dias. De acordo com as investigações, os auxiliares de Geraldo Julio (PSB) fariam parte de uma organização criminosa suspeita de desviar recursos públicos destinados à requalificação da BR-101. A prisão domiciliar foi determinada pelo juiz federal Cesar Arthur Cavalcanti de Carvalho, titular da 13ª Vara Federal/PE, e se deu devido à “necessidade de manutenção da prisão dos investigados, bem como a Recomendação nº 62, de 17 de março de 2020, do Conselho Nacional de Justiça, que trata da adoção, pelos Tribunais e magistrados, de medidas preventivas à propagação da infecção pelo novo coronavírus.

Compartilhe em suas redes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *