Palácio da Batalha ferve: Justiça determina abertura de CPI em Jaboatão

A 2ª Vara da Fazenda Pública de Jaboatão dos Guararapes determinou na última segunda-feira (16) a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) no município. O objetivo é investigar supostas irregularidades no aluguel do imóvel onde está o Complexo Administrativo da cidade, que abriga as secretarias da Prefeitura.O pedido foi feito pelo vereador Marcio do Curado (PTdoB). A decisão, em caráter liminar, foi assinada pela juíza Adriana Karla Souza Mendonça de Oliveira. O texto obriga o presidente da Câmara de Jaboatão, Adeildo da Igreja (PSDB) a dar abertura à CPI. O texto da decisão afirma que em 12 de junho de 2018, 12 vereadores entraram com pedido para a abertura da CPI, que foi negado pela Mesa Diretora da Câmara em agosto daquele ano. Para a Mesa, não houve “demonstração inequívoca dos requisitos” para a instauração da Comissão. Já o TCE tem determinado a suspensão de contratos firmado pela prefeitura com suspeita de irregularidades, só este ano foram mais de sete intervenções. “Do jeito que vai, se comprovadas, o prefeito pode até ser afastado do cargo.

 

Compartilhe em suas redes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *