Pastor “cara de pau”: Feliciano, aliado do prefeito de Jaboatão deve ser expulso do Podemos

O deputado federal e presidente da Assembleia de Deus, Marco Feliciano, corre o risco de ser expulso do Podemos por conta de uma denúncia de um dos filiados ao partido. De acordo, o presidente da sigla, Mario Covas Neto, abriu prazo para que o pastor se defenda das acusações. Entre as acusações estão as de que Feliciano enfraquece “a candidatura [presidencial do senador] Alvaro Dias” ao aparecer como possível “vice na chapa de Bolsonaro” em 2022. “Ele de fato está um pouco na contramão do partido, que mantém posição de independência em relação ao governo”, disse Covas Neto. Feliciano, que acompanha o presidente Jair Bolsonaro na viagem ao Japão, ainda não comentou o episódio. Nas redes sociais, no entanto, o deputado não poupa elogios ao presidente e mantém clara postura de alinhamento político ao governo de Bolsonaro.

Compartilhe em suas redes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *