Pegando fogo: Vazamentos aumentam a tensão entre o STF e integrantes da Lava-Jato

Os diálogos vazados da força-tarefa são a origem de todas as tensões entre o Supremo Tribunal Federal (STF) e os atores principais e coadjuvantes da Lava-Jato em Curitiba. Depois do veto dos ministros da Corte à transferência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para São Paulo, feito na última quarta-feira (7), nesta quinta-feira (8/8) o chefe da pasta da Justiça, Sérgio Moro, disse se tratar de um mal-entendido a referência sobre possível destruição dos registros. O próximo passo dos ministros do Supremo será dado a partir de terça-feira (13), a depender da decisão do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) em relação ao afastamento temporário do procurador Deltan Dallagnol do quadro da MP. É dada como certa uma punição ao chefe da Lava-Jato, mas, a depender do tamanho da sanção, os integrantes do STF podem avançar diretamente contra Dallagnol.

 

Compartilhe em suas redes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *