“Pisando na bola”: Prefeito de Jaboatão será cobrado pelo fracasso no combate a covid-19

A eleição deste ano se transformou, definitivamente, na “eleição da incerteza“, como ela já vinha sendo chamada mesmo antes da pandemia. Há, porém, alguns consensos, como por exemplo o adiamento das datas de votação, que pode ajudar ou atrapalhar que está no mandato. O foco do mundo politico no segundo semestre ainda deve ser o enfrentamento da pandemia e a crise econômico. Em tese, as campanhas de curto período e pouca visibilidade tendem a favorecer quem está no cargo. Porém os prefeitos podem sofrer com desgastes da catástofre  sanitárias. Quem vem pisando na bola no controle do covid-19 será cobrado e pode pagar um preço alto ao tentar a reeleição. Em Jaboatão o prefeito já vem carregando uma alta rejeição, com o fracasso das ações da prefeitura no combate ao coronavírus, terá mais dificuldades de se manter no cargo.

Compartilhe em suas redes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *