Planalto pressiona Paulo Guedes para demitir indicado de Sérgio Moro do Coaf

O entorno do presidente da República Jair Bolsonaro (PSL), tem pressionado o superministro da economia Paulo Guedes para demitir nos próximos dias o presidente do Coaf, Roberto Leonel. Segundo aliados, o presidente não tem gostado do comportamento do comando do Coaf em relação à decisão de Dias Toffoli de suspender investigações criminais que usem dados detalhados de órgãos de controle. A decisão do ministro do STF beneficia, por exemplo, Flávio Bolsonaro. Na semana passada, o Coaf criticou a decisão de Toffoli e afirmou que a medida prejudica o combate à lavagem de dinheiro. Leonel é aliado de Sergio Moro e chegou ao comando do Coaf pelas mãos do ministro da Justiça. Comentários nos bastidores do Planalto é que há um entendimento entre Bolsonaro e Guedes para trocar a equipe de Moro.

 

Compartilhe em suas redes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *