PSL de Bolsonaro quer mudar de marca e nome, uma das idéias e tirar o “S” de social

A reunião prevista para quinta-feira (1º/8) entre o presidente Jair Bolsonaro e o comandante nacional do PSL, Luciano Bivar, na qual se discutirá a possibilidade de troca do nome e da marca do partido, pegou de surpresa integrantes da legenda. Três deputados federais do PSL, dois deles presidentes de diretórios regionais do partido, e todos relataram terem sabido do assunto apenas pela imprensa. Apesar de não participarem dos debates, os deputados afirmaram ver com bons olhos uma discussão sobre a reformulação da identidade do PSL, o Partido Social Liberal. Além de discussões sobre a identidade do partido, a reunião deve ainda enfocar a criação de uma espécie de “código de conduta” na legenda e também meios para coibir as constantes trocas de farpas entre membros do próprio partido e entre a bancada no Congresso Nacional e o Palácio do Planalto.

Compartilhe em suas redes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *