SEM EXPECTATIVAS DE MUDANÇAS.

  r

O povo de Pernambuco, durante esses quase quatro anos de Paulo Câmara (PSB), viveu uma expectativa de que o socialista pudesse promover as mudanças que tanto pregou na campanha. Herdeiro político do ex governador Eduardo Campos, indicado para sucedê-lo, venceu a eleição para o senador Armando Monteiro (PTB), ainda no primeiro turno. Esperava-se, que novas lideranças surgisse para entrar no jogo da disputa, mas, apenas a petista Marília Arraes se apresentou como um fato novo, surpreendeu, lutou, mas foi “tragada” da disputa para atender um projeto nacional do PT, para tirar o partido do isolamento. Paulo Câmara X Armando Monteiro, a “revanche”, bom para Pernambuco não é, mas é o que se apresenta e o eleitor terá que decidir, é pegar ou largar, mudar é que não vai.

Compartilhe em suas redes!
  • 5
    Shares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *