Sem prestígio político, Jaboatão é desrespeitado até pelo poder judiciário

A falta de prestígio político das lideranças de Jaboatão com o Governo do Estado e federal, a começar pelo prefeito clã Ferreira trava o desenvolvimento do município. Sem nenhum representante legítimo na Assembleia Legislativa do Estado e Câmara Federal, apesar dos seus 460 mil eleitores, que daria para eleger pelo menos dois representantes em cada Casa Legislativa, Jaboatão é desprestigiado e desrespeitado até pelo poder judiciário. O exemplo do momento é essa questão da CPI para apurar o suposto superfaturamento na locação do aluguel do Centro Administrativo da prefeitura, investigado pelo MPPE e TCE. Ninguém se entende, a justiça manda instalar, a Câmara responde que não há “necessidade“, já que o caso se encontra a cargo de conclusão de investigação pelo TCE.

Compartilhe em suas redes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *