TCE instaura nove auditorias para acompanhar compras da prefeitura do Recife

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE) instaurou, nesta quarta-feira (18), nove auditorias especiais que vão aprofundar a análise das informações fornecidas em 14 contratações emergenciais realizadas pela Secretaria de Saúde do Recife nas ações de enfrentamento ao coronavírus. Uma das auditorias será sobre três dispensas de licitação da FBS Saúde Brasil, empresa alvo da Operação Antídoto deflagrada pela Polícia Federal na última terça-feira (16). De acordo com a PF, são sócios da FBS: Sérgio Maia de Farias Filho e Filipe Bezerra Figueiredo que ocuparam, respectivamente, os cargos de Superintendente e gerente da Agência de Fomento do Estado de Pernambuco (Agefepe) em 2017 na primeira gestão do governador Paulo Câmara (PSB). Agora, a estatal chama-se Agência de Empreendedorismo de Pernambuco.

Compartilhe em suas redes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *